Chapada dos Veadeiros: Vale da Lua

Uma das atrações mais conhecidas da Chapada dos Veadeiros, o Vale da Lua merece mesmo a fama que tem. Depois de fazer a Trilha do Cânion e da Carioca e conhecer a Cachoeira do Raizama, o Vale foi a última parada do nosso dia antes de chegar a Alto Paraíso.

» Confira o roteiro completo

Na GO269, uma placa indica a entrada e é preciso seguir mais alguns quilômetros por uma estrada de terra até o estacionamento. A entrada custa R$20 por pessoa e a caminhada até o poço é bem leve, passando pelas rochas que dão nome ao local.

Por conta da erosão, provocada pela água ao longo de milhares de anos, as rochas ganharam formas que lembram a superfície lunar e, por isso, o Vale da Lua foi batizado desse jeito.

Sentando na Lua

Na época da seca, quando eu fui, é muito tranquilo caminhar por ali, e a atenção deve estar nas crateras que aparecem ao longo do percurso. Lá embaixo, a água corria na boa, mas dizem que, quando chove, a correnteza fica feroz e o risco de tromba d’água é grande.

Água correndo entre as pedras

O poço reserva temperaturas geladíssimas e, no fim da tarde, o sol quase já não bate por ali. Encaramos o frio e a experiência de curtir uma “piscina” no meio das rochas foi excelente!


Vale da Lua

(Informações do Guia de Atrativos da Chapada dos Veadeiros)

Sentido São Jorge 30 Km de asfalto e 5 Km de terra. Trilha com grau médio e 600 m de caminhada.
Preço: R$20 (em agosto de 2015)