Super Bock oferece visitas guiadas à sua Casa da Cerveja, no Porto

A maioria das pessoas que visitam o Porto não deixam escapar aquela clássica visita às caves de vinho, concentradas na região de Gaia. Mas, numa outra região próxima, é possível visitar a fábrica da cerveja Super Bock, que é quase uma unanimidade na região norte e, adivinha, é produzida em Leça do Balio, no que chamam de Casa da Cerveja. As visitas guiadas ao local são realizadas de quarta a domingo, às 10h30 e às 15 horas, sob marcação por telefone ou e-mail. É nesse contato que você combina o ponto de encontro para a van da Casa da Cerveja te buscar.

No meu caso, estávamos de carro e fomos “resgatados” no estacionamento do Mosteiro de Leça de Balio. A Casa da Cerveja fica praticamente do lado, mas para chegar nela é preciso pegar a auto estrada e, por isso, a van garante um translado calmo e seguro.

E o que tem nessa visita?

Aquele aulão sobre os ingredientes da cerveja, é claro. Impressionante como água, cereais, lúpulo e uns microorganismos são suficientes pra fazer essa preciosidade, meus amigos! Eu que não sabia quem faz o que nessa misturinha achei muito interessante.

Também tem um museu, pra contar a história da Super Bock de maneira bem ilustrada numa espécie de linha do tempo, que tem início em 1890, e mostra como a Companhia União Fabril Portuense das Fábricas de Cerveja e Bebidas Refrigerantes (CUFP) virou o que hoje conhecemos como Grupo Super Bock. Destaque, nessa parte, para o filme sobre o processo de fabricação da cerveja na década de 1960, que continua sendo o mesmíssimo, só que com máquinas mais velozes.

Isso pode ser confirmado quando se entra na fábrica. Primeiro, os visitantes espiam uma espécie de centro de produção compacto, em que a maquinaria de todas as etapas de fabricação da cerveja é vista de cima. Depois, o grupo passa por uns corredores de vidro de onde se vê aquelas máquinas imensas que cuidam desde o recebimento e lavagem das garrafas até o enchimento delas, a pasteurização da cerveja e a saída das caixas para os clientes. A única parte da fábrica que permite fotografias é a das caldeiras de cobre, em funcionamento desde a inauguração do complexo, em 1964. Esses compartimentos gigantes têm capacidade para 60 mil litros de cerveja e ficam numa sala lindíssima, construída à semelhança da antiga fábrica, no Porto.

E, tem a parte mais importante: a degustação com harmonização. Foram oferecidas duas provas da 1927, linha artesanal da Supe Bock, além de uma outra aula sobre combinações perfeitas para a sua cerveja. Para acompanhar a Bavaria Weiss, foram servidos canapés com queijo brie e cebolas caramelizadas. Já para harmonizar com a Portuguese Blond Ale, desenvolvida especialmente para o verão de 2018, veio um combinado de salmão com pêra e maionese.

Por último, é claro que tem uma lojinha! Desejo sorte para quem ama copos, taças e, especialmente, cerveja! Uma dica: o preço cobrado nas garrafas é o mesmo dos supermercados. Se pilhar de levar uma pra casa, aproveita a oportunidade 😉


Super Bock Casa da Cerveja
Onde: Próximo ao Mosteiro de Leça do Balio
Quando: De quarta a domingo, com visitas guiadas às 10h30 e 15h, sob marcação
Preço: 10€, com descontos para estudantes, idosos e famílias.